Diocese de Paranavaí

A Diocese de Paranavaí se localiza na última área colonizada do Noroeste do Paraná, denominada Norte Novíssimo, compreendendo a região do vale do rio Ivaí, que tem como as principais cidades Paranavaí, Umuarama, Cianorte e Campo Mourão.

Até 1892, o Brasil tinha 12 dioceses formando uma única Província Eclesiástica, com sede em Salvador/BA. As duas primeiras dioceses do interior do Paraná surgiram em 1926, mais de três décadas depois da criação da então Diocese de Curitiba. Paranavaí, na época conhecida como Fazenda Velha Brasileira, tinha apenas uma capela, atendida por sacerdotes de Presidente Prudente/SP.

Como capela da paróquia de Mandaguari, por Paranavaí passaram dois sacerdotes: Pe. Carlos Propst e Pe. João Guerra. A primeira capela de Paranavaí foi construída em madeira onde é atualmente o santuário Nossa Senhora do Carmo. A primeira missa foi celebrada pelo Pe. João Guerra, na noite de Natal de 1944. Em novembro de 1949, o bispo Dom Geraldo de Proença Sigaud criou a paróquia de Paranavaí, pertencente a Diocese de Jacarezinho, e tendo como primeiro vigário o Pe. Joaquim Pereira.

Em 29 de setembro de 1951, o bispo diocesano de Jacarezinho entregou a paróquia à Ordem dos Carmelitas, representada pelo frei Ulrico Goevert. Na época, a paróquia São Sebastião tinha o atual território da Diocese de Paranavaí sob responsabilidade. Em 1952, foi aurotizada a construção de uma matriz medindo 18 x 24. A primeira missa nesta nova estrutura foi realizada em outubro, sob a invocação do padroeiro principal, São Sebastião, e a padroeira secundária, Nossa Senhora do Carmo.

No mesmo ano foram construídas as primeiras capelas nos povoados, começando por Tamboara, Paraíso do Norte e Nova Aliança do Ivaí. A última foi nomeada como "capela relâmpago", pois ficou pronta em apenas 15 dias. As capelas continuavam sendo construídas na região. As primeiras cidades a se tornarem paróquias foram Alto Paraná, Loanda, Paraíso do Norte, Nova Londrina, Tamboara e Terra Rica, todas em 1955.

Os frades carmelitas contribuíram muito para o aprimoramento religioso e espiritual do povo de Paranavaí e da região. Somente a partir de fevereiro de 1956, a paróquia São Sebastião passou a integrar a nova Diocese de Maringá, permanecendo assim até 1968. Em 1960 lançaram a pedra fundamental da igreja, que foi inaugurada em 31 de outubro de 1965.

O progresso de toda a região Noroeste do Paraná fez com que a Província Eclesiástica do Paraná sentisse a necessidade da criação de uma nova diocese. Em 15 de março de 1968 foi criada, oficialmente, a Diocese de Paranavaí e nomeado o primeiro bispo: Dom Benjamin de Souza Gomes, que tomou posse no dia 7 de julho do mesmo ano, data em que se deu a instalação da Diocese, com uma belíssima cerimônia, presidida pelo então Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Dom Manuel da Silveira D'Elboux.

Na época, a Diocese de Paranavaí contava com quase 560 mil habitantes. Sob a jurisdição encontravam-se os 22 municípios do Norte e Noroeste e 15 paróquias, algumas abrangendo mais de um município, como Loanda, Nova Londrina, Paraíso do Norte, Planaltina do Paraná e São João do Caiuá.

Organização atual:

Image title

Compartilhe esta publicação
Top