27 SET 2021

41ª Assembleia do Povo de Deus teve 463 participantes

Nos dias 24 e 25 de setembro aconteceu a 41ª Assembleia do Povo de Deus do Regional Sul 2 da CNBB. Devido ao contexto ainda preocupante da pandemia da covid-19, ela foi realizada na modalidade híbrida, ou seja, cada arqui/diocese reuniu-se com as suas lideranças e conectaram-se umas às outras via plataforma Zoom, somando um total de 463 participantes. Os trabalhos da assembleia foram coordenados pelo bispo de Guarapuava e secretário da CNBB Sul, Dom Amilton Manoel da Silva, direto de sua residência, com a equipe do Regional.

A assessoria da assembleia foi realizada pelo bispo de Rio Grande (RS) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da CNBB, Dom Ricardo Hoepers, com o tema: “Iniciação à Vida Cristã, Amoris Laetitia e Ano de São José”. Com três conferências, o assessor integrou os assuntos propostos, usando a metodologia da Campanha da Fraternidade 2022: “Escutar. Discernir. Propor”.

Após a terceira conferência, na manhã do sábado, Dom Ricardo propôs aos participantes a reflexão em grupo sobre o tema exposto. No início da tarde, cada diocese apresentou uma síntese das reflexões do grupo. Como o conteúdo das reflexões foi muito denso, Dom Amilton propôs que a síntese geral, em vista de ações pastorais regionais, fosse produzida posteriormente e encaminhada a Ação Evangelizadora de cada diocese. Por meio de uma votação rápida, a proposta foi aceita por unanimidade, na maioria das dioceses.

Para concluir a 41ª Assembleia do Povo de Deus, as 18 dioceses e as duas eparquias ucranianas rezaram duas dezenas do terço pelas vocações, sendo uma Ave-Maria por grupo. Em seguida, o arcebispo de Londrina e presidente do Regional Sul 2, Dom Geremias Steinmetz, fez os agradecimentos e concedeu a bênção aos participantes.

Organização de uma assembleia na modalidade híbrida

Como em 2020 a assembleia foi cancelada, devido à situação preocupante da pandemia, neste ano os bispos do Paraná decidiram, em assembleia, por um modelo híbrido, ou seja, nem totalmente presencial, nem on-line. Dessa forma, perceberam que cada diocese poderia se reunir presencialmente, com segurança, respeitando aquilo que prescrevem as autoridades sanitárias quanto à transmissão da Covid-19 e, consequentemente, propiciar a participação de um número maior de pessoas.

Os padres coordenadores diocesanos da Ação Evangelizadora foram os responsáveis por organizar a assembleia presencial em suas dioceses. Para isso, o regional Sul 2 da CNBB elaborou, além de todo cronograma e pauta, um regulamento com orientações técnicas quanto à preparação do ambiente para acolher as lideranças e a tecnologia a ser utilizada, a fim de que todos pudessem acompanhar os momentos on-line e também fazer suas partilhas e intervenções.

De modo geral, as avaliações enviadas pelos participantes foram muito positivas. O formato do encontro até inspirou algumas dioceses a aplicarem em suas assembleias diocesanas.

Fonte: CNBB Sul 2/Foto: Diocese de Paranavaí
Autor: Karina de Carvalho - Assessora de Comunicação

Compartilhe esta publicação