08 FEV 2018

MÊS DE FEVEREIRO – MÊS EM QUE VAMOS INICIAR O PERÍODO QUE A IGREJA CHAMA DE QUARESMA

MÊS DE FEVEREIRO – MÊS EM QUE VAMOS INICIAR O PERÍODO QUE A IGREJA CHAMA DE QUARESMA


Tempo muito especial e intenso em que o cristão católico é chamado a se aprofundar no mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Tempo de intensificar a oração e a penitência. A Igreja nos chama a fazermos jejum e abstinência na quarta-feira de cinzas e sexta-feira Santa e a abstinência toda quarta e sexta-feira durante a Quaresma. Lembrando que a Igreja pede esta observância para as pessoas entre 14 anos até 60 anos completos (conforme o Código de Direito Canônico nº. 1.252) e as pessoas que tomam medicação após as refeições ou que em sua enfermidade tenham que se alimentar para não passar mal, estão dispensadas.

A Igreja também pede que todo cristão católico confesse os seus pecados ao menos uma vez por ano pela Páscoa da Ressurreição, como nos pede o 2º. Mandamento da Igreja.

Por isso em nossa Diocese, no período da quaresma, os padres dos três Decanatos fazem um calendário para o Mutirão de confissões.

Na quaresma temos como uma forma muito especial de vivenciarmos os passos de Cristo, a meditação da Via Sacra e as caminhadas penitenciais toda sexta-feira em todas as paróquias da diocese.

Também durante o período da Quaresma, a CNBB nos chama a meditar sobre a Campanha da Fraternidade cujo Tema deste ano é: “Fraternidade e Superação da Violência”, e o Lema: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23, 8).

Em cada paróquia será discutido e trabalhado o tema, e motivados sobre essa discussão, procurar ações sobre o que podemos fazer para que vivamos a Campanha da Fraternidade.

Este ano a Campanha da Fraternidade tem um tema muito atual e que atinge as pessoas de todos os lugares e classes sociais. Assim podemos, como sociedade, fazer acontecer o que Nosso Senhor Jesus Cristo nos pede, construir um Reino de paz e de justiça.

O Ano Nacional do Laicato nos lembra da nossa missão batismal de ser: “Sal da terra, luz do mundo” (Mt 5, 13-14).

Que todos nós aproveitemos para vivenciar plenamente este período em que a imposição das cinzas na quarta-feira nos lembra: “Convertei-vos e credes no Evangelho” (Mc 1, 15).

Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top