21 JUL 2020

Papa exorta que o amor de Deus incentive o amor entre pais e filhos

O Papa Francisco destacou que, quando o amor do Senhor anima e purifica o amor pelos pais e filhos, torna-se mais fecundo e produz frutos para a família. Assim indicou o Santo Padre, em 21 de julho, em sua conta oficial no Twitter @Pontifex_pt.

“Quando o amor pelos pais e filhos é animado e purificado pelo amor do Senhor, então se torna totalmente fecundo e produz frutos de bem na própria família e para além dela”, escreveu o Papa.

Em diversas ocasiões, o Santo Padre enfatizou a importância das famílias e das relações entre os pais e os filhos.

Ao receber os funcionários do Vaticano em dezembro de 2015 para parabenizá-los por ocasião do Natal, o Papa Francisco lembrou “que o dom mais precioso para os filhos não são as coisas, mas o amor dos pais. E não me refiro unicamente ao amor dos pais pelos filhos, mas precisamente ao amor dos pais entre si, ou seja, a relação conjugal. Isto é um grande bem tanto para vós como para os vossos filhos. Não descuideis da família!”, encorajou.

Naquele então, o Santo Padre destacou a importância do diálogo e exortou: "falai com os vossos filhos, prestai-lhes ouvidos, perguntai-lhes o que pensam. Este diálogo entre os pais e os filhos faz muito bem! Leva os filhos a crescer em maturidade".

Além disso, em uma catequese pronunciada em 20 maio de 2015, o Pontífice assinalou que "as comunidades cristãs são chamadas a oferecer ajuda à missão educativa das famílias, e fazem-no principalmente à luz da Palavra de Deus".

Nessa audiência geral, o Santo Padre explicou que “o apóstolo Paulo recorda a reciprocidade dos deveres entre pais e filhos: ‘Filhos, obedecei em tudo aos vossos pais, porque isto agrada ao Senhor. Pais, não irriteis os vossos filhos, para que eles não desanimem’. Na base de tudo está o amor, a caridade que Deus nos concede, a qual ‘não é arrogante, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor... Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta’".

Fonte: ACI Digital/Daniel Ibáñez/ACI Prensa

Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top