17 JUN 2016

Papa Francisco fala da oração como fonte de misericórdia

Image title

“A oração não é uma varinha mágica. A oração ajuda a conservar a fé em Deus e a nos entregar a Ele mesmo quando não compreendemos a sua vontade. Nisto, Jesus, que rezava tanto, é um exemplo para nós”, explicou o Papa Francisco, na catequese do último dia 25 de maio no Vaticano.


Image title

Os fiéis, reunidos na Praça de São Pedro, acompanharam a meditação do papa a respeito do valor da oração como fonte de misericórdia. Inspirado na parábola da viúva, retratada no Evangelho de Lucas (18,1-8), Francisco recordou que, no final, a perseverança da viúva prevaleceu até mesmo sobre a iniquidade de um juiz inescrupuloso. “A necessidade de rezar sempre, sem jamais esmorecer. Portanto, não se trata de rezar às vezes, quando ‘estou a fim’. Não, Jesus diz que é preciso rezar sempre, sem cessar”, disse o papa. Ao final da audiência geral, o Sumo Pontífice recordou o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas, celebrado dia 25 de maio. Na ocasião, alertou ser um dever de todos proteger as crianças, sobretudo aquelas expostas a um elevado risco de exploração, tráfico e condutas desviantes. “Faço votos de que as autoridades civis e religiosas possam despertar e sensibilizar as consciências, para evitar a indiferença diante da vulnerabilidade de crianças sós, exploradas e afastadas de suas famílias e de seu contexto social, crianças que não podem crescer serenamente e olhar com esperança para o futuro”, finalizou.

Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top