14 OUT 2019

O apelo do Papa pelo fim da violência na Síria e no Equador

Cidade do Vaticano

Antes de concluir a cerimônia de canonização, o Papa Francisco rezou com os fiéis a oração mariana do Angelus e fez dois apelos: ao Oriente Médio e ao Equador.


“ O meu pensamento vai mais uma vez ao Oriente Médio. Em especial, à amada e martirizada Síria, de onde chegam novamente dramáticas notícias sobre a sorte das populações do nordeste do país, obrigadas a abandonar as próprias casas por causa de ações militares: entre estas, muitas famílias cristãs. A todos os envolvidos e à comunidade internacional, renovo o apelo a se empenhar com sinceridade, honestidade e transparência no caminho do diálogo para buscar soluções eficazes. ”


Paz social

Quanto ao Equador, o Pontífice mencionou que acompanha “com preocupação” o que está acontecendo no país nas últimas semanas. Não só ele, mas todos os membros do Sínodo dos Bispos para a Amazônia, de modo especial os equatorianos.

Francisco confia o Equador “à oração comum e à intercessão dos novos santos”, e se une à dor pelos mortos, feridos e desaparecidos. “Encorajo a buscar a paz social, com especial atenção às populações mais vulneráveis, aos pobres e aos direitos humanos”.

Novos santos

O Pontífice fez também uma saudação aos poloneses, que celebram o “Domingo do Papa”, agradecendo aos fiéis pela oração e o afeto constantes.

Francisco dirigiu um agradecimento aos cardeais, bispos, sacerdotes, religiosos e fiéis que pertencem às famílias espirituais dos novos santos que vieram a Roma para participar do rito. O Papa saudou as delegações oficiais e, de maneira especial, os delegados da Comunhão Anglicana, “com viva gratidão pela sua presença”.


Ouça a Matéria

Fonte: Vatican News

Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top