10 JUL 2019

Missa Solene em comemoração aos 51 anos da Diocese e ao 1º ano da posse de Dom Mário

Na última segunda feira (08), na catedral Maria Mãe da Igreja, foi realizada uma celebração Solene em comemoração aos 51 anos da Diocese de Paranavaí, e também em comemoração ao 1° ano da posse de Dom Mário Spaki como bispo da Diocese de Paranavaí. No dia 8 de julho de 2018, o então recém-ordenado Bispo dom Mário Spaki assumiu a Diocese que estava vacante desde agosto de 2017 em sua primeira missão episcopal após a ordenação.

Dom Mário Spaki é o quinto bispo da história de Paranavaí, sucedendo Dom Geremias Steinmetz, que agora é Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Londrina. Sua ordenação episcopal foi no dia 22 de junho, na Catedral Sant’Ana, de Ponta Grossa, sua Diocese de origem, teve como ordenante principal Dom Sérgio Arthur Braschi e co-ordenantes Dom Anuar Battisti e Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa. A posse canônica em Paranavaí aconteceu no dia 8 de julho, dia onde também foi celebrado o Jubileu de Ouro da Diocese.


Dom Mário Spaki nasceu em 14 de dezembro de 1971, na cidade de Irati, sudeste do Paraná. Filho do casal Izidoro Spaki e Terezinha Spaki, sentiu o chamado de Deus ao sacerdócio, durante as missões saletinas no ano de 1987, em 2 de fevereiro de 2003 foi ordenado diácono por Dom João Braz de Aviz e, em 3 de agosto de 2003, presbítero, por Dom Murilo Krieger. Foi reitor do Seminário Diocesano São José, na diocese de Ponta Grossa, entre 2004 e 2011, nomeado por Dom Sérgio Arthur Braschi. De 2008 a 2011 foi Presidente da Comissão dos Presbíteros do Paraná e Secretário da Comissão Nacional dos Presbíteros. Em setembro de 2011 foi eleito pelos Bispos do Paraná Secretário Executivo do Regional Sul 2 da CNBB, com sede em Curitiba, onde ficou até a sua nomeação.

De acordo com Dom Mário Spaki, a avaliação deste um ano a frente da Diocese de Paranavaí foi muito boa, muitas coisas mudaram, e muitas outras ja estão em andamento, dando continuidade assim a um trabalho que ja estava sendo realizado, e implementando novas formas de atuação. "Antes de tomar posse da Diocese, eu trabalhei nos ultimos sete anos na CNBB voltado para as questões burocraticas, de documentação da Igreja, quando entrei na Diocese, deixei a parte burocratica, e agora vivo para o povo. É muito bom circular pelas paróquias, encontrar com o povo, me sinto feliz aqui, por ver quantas coisas que aconteceram nesse primeiro ano, e outras que estão se ajustando. A mudança foi bem grande em minha vida, mas posso dizer que hoje estou muito feliz por tudo o que realizamos nesse primeiro ano, e tudo o que já está em andamento para os próximos anos em nossa Diocese", concluiu Dom Mário.

Foto: Pascom Catedral Maria Mãe da Igreja





Fonte: Pascom Diocese de Paranavaí

Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top